Fandom

Wiki Como Treinar seu Dragão

O Presente do Fúria da Noite

149 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar
Gift of the Night Fury poster.jpg

O Presente do Fúria da Noite é um curta de DVD, junto com Livro dos Dragões. É uma continuação direta da trama do primeiro filme Como Treinar o Seu Dragão e define no inverno a celebração Viking Snoggletog.


EnredoEditar

O filme abre de modo semelhante ao primeiro filme, com Soluço fazendo uma narração sobre o próximo festival de Snoggletog, lembrando que a guerra entre os Vikings e os dragões acabou.

"Esta é Berk, ela oferece aquele clima gostoso, quentinho, de praia aos domingos que congela até pensamento. O lado positico é o nosso feriado anual. Nós chamamos de Snoggletog. Porque a gente escolheu um nome tão estúpido ainda é um mistério para mim. Mas com o fim da guerra, e os dragões vivendo entre nós, o Snoggletog deste ano promete ser inesquecível."

Soluço é prontamente acordado por Banguela pulando no telhado. Certificando-se de pegar o capacete e por na cabeça para proteger do frio quando voar com o amigo (quase escorregando no gelo, mas rapidamente segurado por Banguela). Eles praticam um truque que estiveram trabalhando por algum tempo durante o vôo. Os outros moradores estão colocando decorações do Snoggletog com a ajuda dos dragões. Enquanto Stoico proclama um Snoggletog maravilhoso, todos os dragões na aldeia ouvem um rugido distante, os rebanhos moradores testemunhas de dragões voando Berk passado alta. Um dos dragões da aldeia faz um barulho semelhante, em que todos os dragões Berk também decolar, para o choque e confusão dos Vikings. Soluço e Banguela estão apenas voltando de seu passeio, quando voam direto para a tempestade que se aproxima dos dragões, batendo fora de capacete de Soluço no oceano. Apesar da tentativa de Banguela para obter o capacete de volta, Soluço decide que é melhor voltar para casa para descobrir o que está acontecendo.

Após o desembarque, Soluço é imediatamente bombardeado com perguntas sobre onde os dragões passaram, mas ele não tem idéia. Stoico chama todos para o Grande Salão para discutir planos futuros e Soluço e seus amigos vão embora. Astrid tenta manter o ânimo do Snoggletog, e Cabeçaquente observa como ele deve ser bom para Soluço ter um dragão que não pode ir a lugar algum sem o cavaleiro. Soluço olha Banguela olhando tristemente para o céu em um precipício.

Na manhã seguinte, Astrid surgiu com uma nova bebida chamada "Cidra de Iaque", (uma versão de gemada), que ela espera que se torne uma nova tradição do Snoggletog. Melequento, tentando chegar em seu lado bom, decide tentar um gole e silenciosamente lamenta isso, especialmente porque ele tem de engolir em vez de cuspi-la na frente de Astrid. Perna de Peixe é a primeira ansioso para experimentar um, mas sem jeito declina após Melequento balança a cabeça por trás das costas de Astrid, advertindo-o de que a mistura não é própria para consumo humano. Os gêmeos se recusam baseado no cheiro sozinho, então ela decide ir ver Soluço. No ferreiro, Soluço está construindo algo para Banguela. Ele chegou a concordar com o que Cabeçadura tinha dito, como Banguela não ser capaz de voar como outros dragões não era justo com ele. Por isso, depois de trabalhar a noite toda, ele surgiu com uma nova cauda que lhe permitiria voar por si mesmo. Astrid está impressionada, mas se pergunta em voz alta por breves momentos, se o Fúria da Noite nunca voltaria, em seguida, rejeita a noção. Depois de cuspir a cidra de iaque que ele aceitou de Astrid, suas palavras são claramente na parte de trás de sua mente, mas Soluço toma uma respiração calmante e leva a cauda automático para colocá-lo em Banguela. Depois que ele tiver sucesso, Banguela não gosta da sensação da nova engenhoca e tenta arremessá-lo, quando ele estende sua cauda no reflexo, ele para de surpresa quando a cauda também abre automaticamente e percebe para que é. Depois de olhar para Soluço por alguns momentos, porém, Banguela sai voando e vai embora, deixando Soluço triste com sua partida repentina.

Três dias depois, Soluço levanta-se, ouvindo um barulho batendo no telhado. Pensando que era Banguela, e caindo sobre o pedaço de gelo de novo, vê que o ruído era Stoico colocando decorações na casa. Stoico tranquiliza a seu filho que Banguela está com os outros dragões, e pede para Soluço pegar o capacete, que é onde Odin coloca presentes no Snoggletog.

Soluço caminha junto com um par de remos em seu ombro, com a intenção de remar para fora e pescar seu capacete do mar quando ele esbarra em Perna-de-peixe surgindo a partir do cais, que tem agido muito suspeito nos últimos dias. Observando-o com um cesto cheio de peixes, o suficiente para alimentar um dragão. Após a reação nervosa de Perna de Peixe, ele o segue para um celeiro, onde Perna de Peixe acorrenta Batatão, seu Gronckle para evitar que ele saia. Assim que Soluço abre as portas, ele imediatamente voa para fora, quebrando a corrente e levando Soluço junto com ele para um lugar desconhecido. Perna de Peixe e Astrid vêem Soluço voar para longe, e vão com os gêmeos e Melequento para o barraco onde Batatão estava sendo mantido em cativeiro. Astrid com Perna de Peixe por praticamente ter sequestrando seu próprio dragão. Cabeçadura percebe alguns objetos obscurecidos em uma pilha de palha. Para sua surpresa, eles descobrem que Batatão tinha colocado os ovos, fazendo "ele" em "ela". Astrid percebe que os dragões provavelmente decolaram pela mesma razão, para colocar seus ovos. Ela, então, tem a ideia de embrulhar os ovos com fita e colocá-los no nas casas dos vikings como presentes para uma outra tradição Snoggletog.

Soluço eventualmente é levado para uma ilha cheia de seus dragões, percebendo rapidamente eles vêm aqui para colocar seus ovos. Um Gronkel é visto empurrando seus ovos na água, eclodindo em Gronckles bebês. Soluço percebe um que faltou, que prontamente explode em seu rosto quando ele se inclina para obtê-lo, fazendo ele cair. Ele comenta que é uma coisa boa aqueles não eclodem em Berk. Os adolescentes acabaram de colocar os últimos ovos e estão falando sobre como esta foi uma ótima idéia, até que um dos ovos explode e seu ocupante é impulsionado em alta velocidade para o rosto de Perna de Peixe. Não leva muito tempo até que todos os outros ovos explodam também, colocando em fogo em algumas casas, e a grande árvore de madeira do Snoggletog. Percebendo os adolescentes lá, Stoico exige uma explicação.

Soluço olha ao redor da ilha um pouco e encontra Tempestade (a Nadder Mortal de Astrid), Dente-de-Anzol (o Pesadelo Monstruoso de Melequento), e seus próprios bebês. Determinando que ele deveria ir para casa para Snoggletog, ele convence Dnete-de-Anzol para um passeio como os outros dragões começam a seguir com seus filhotes no reboque, apesar dos protestos de Soluço , ele acidentalmente inicia o processo de migração. Os filhotes conseguem voar por um momento, mas tendo sua asas ainda muito subdesenvolvidas o vento os sopra de volta para a ilha. Depois de alguns segundos de pensamento, Soluço se lembra de algo a partir de quando ele voou para a ilha e tem uma idéia sobre o que fazer.

Em Berk, os reparos estão sendo feitos. Stoico resmunga sobre como este é um Snoggletog horrível até que todos param de trabalhar, olhando para a distância. Eles vêem uma nuvem enorme de dragões com Soluço, carregando um velho navio Viking com cordas que viu no caminho. O navio transporta todos os filhotes dos dragões, permitindo-lhes voltar em segurança para casa. Todos felicitam Soluço em um trabalho bem feito, e se reunem com seus respectivos dragões. Logo, eles estão todos comemorando no Grande Salão e Stoico declara se eles finalmente têm algo a comemorar considerando o azar do Snoggletog deste ano.

Soluço olha em volta, sorrindo para os dragões que voltaram e os bebês, mas ainda está sem Banguela. Astrid vem e o felicita, dando-lhe um rápido beijo e um abraço. Ele pergunta a ela sobre Banguela na hora em que ela vê o Fúria da Noite abrindo caminho pela porta do corredor atrás de Soluço. Astrid começa a provocá-lo sobre como ela não iria querer ser ele nesse momento, vendo como ele trouxe o dragão de todos de volta, exceto por seu. Soluço responde sarcasticamente, até Astrid fazê-lo virar de costas para ver Banguela, que o abraça. Ele repreende o dragão por um momento (que se distrai com Soluço abanando o dedo), mas não consegue ficar bravo com seu melhor amigo, até que ele percebe alguma coisa na boca. Banguela cospe alguma coisa em sua cabeça, Soluço fica molhado com a grudenta saliva do dragão, mas vê que ele conseguiu encontrar seu capacete perdido: ele queria sair para procurar seu capacete e a cauda nova lhe deu liberdade para fazer isso. Soluço lhe dá outro abraço em sinal de gratidão, e Astrid exclama: "Feliz Snoggletog!"

Na manhã seguinte, semelhante à da abertura, Soluço acorda e encontra Banguela com a velha sela e cauda  na sua frente em cima da neve. Soluço começa dizendo como Banguela tem uma cauda nova e melhor agora e não precisa mais da velha, mas Banguela ainda persiste. O dragão olha para trás em sua nova cauda e a bate no chão para quebrar, ignorando os protestos de Soluço. Banguela faz sinal para ele colocar a sela velha. Percebendo que Banguela prefere voar com ele, ao invés de apenas carregá-lo como todos os outros dragões, Soluço fica muito feliz e sai para voar. Os dois executam outro truque ousado e Soluço termina a história com outra narração:

"O inverno em Berk dura quase o ano todo. Ele se agarra com as duas mãos e não solta de jeito nehum. E o único abrigo contra o frio é o que você guarda junto do coração. E no final, aquele foi o melhor Snoggletog de todos. Naquele ano, eu dei ao meu melhor amigo um presente muito legal. Mais ele me deu um melhor."

TrivialidadesEditar

  • Esta história foi originalmente intitulada "Como Chocar o seu Dragão", e inicialmente concebida como um especial de Ação de Graças.
  • Nos EUA, o nome da Nadder Mortal de Astrid é Stormfly, que significa Mosca da Tempestade, o mesmo nome da Dragoa Temperamental de Camicazi tanto nos EUA quanto no Brasil. Mas na franquia do filme se chama apenas Tempestade em tradução brasileira.
  • O nome do Pesadelo Monstruoso de Melequento é Dente-de-Anzol, quando nos livros, seu Pesadelo é nomeada Lagarta-de-Fogo e é femea. Nos EUA seu nome é Hookfang no filme, que significa Garra-de-Gancho (numa melhor tradução ao invés de Dente-de-Anzol), e Garra-de-Gancho é um dos dragões de Stoico nos livro nos EUA e no Brasil.
  • O nome da Gronckel de Pernas-de -Peixe é Batatão, quando nos livros, seu Marrom Básico se chama Vaca Aterrorizante.
  • De acordo com os animadores, havia 3.000 dragões na ilha, sendo a maioria deles filhotes.
  • Não há Fúrias da Noite vistos colocando seus ovos. Poderia ser possível que eles depositam seus ovos em outros lugares, como de acordo com o site da Dreamworks, que colocam seus ovos na noite em montanhas para que ninguém possa encontrá-los, ou porque Banguela é o único Fúria da Noite conhecido.
  • No total, Banguela sumiu por cerca de quase quatro dias, enquanto os outros dragões deixaram Berk por cinco.

GaleriaEditar

VideoEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória